Mãos Que Cantam

Mãos Que Cantam

O projeto Mãos que Cantam, iniciado em 2010,criou um coro de surdos entre os alunos da licenciatura e mestrado em Língua Gestual Portuguesa do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica que começou por atuar em conjunto com o Coro da Universidade.

Este projeto pretende demonstrar, no âmbito da responsabilidade social, que as pessoas menos capacitadas auditivamente podem fazer parte de um coro. A língua gestual igualmente rica e complementar da linguagem musical potencia a expressão dos sentimentos mais profundos, tornando assim cada concerto num espetáculo único. Este projeto é pioneiro, a nível mundial, na integração de ouvintes e não ouvintes simultaneamente num coro.

O reportório do coro inclui peças como o «Imagine» de John Lennon e o «Eu Sei» de Sara Tavares, tendo já apresentado estes temas para os mais diversos públicos (dentro e fora da vida académica). É de destacar ainda a interpretação do fado «Com que Voz» de Amália Rodrigues, sendo a primeira vez que um fado, património imaterial da humanidade e característica intrínseca da identidade portuguesa, é traduzido para língua gestual portuguesa.

Um dos objetivos deste projeto é a edição de um manual de símbolos associados à música. A língua gestual não tem alguns termos e conceitos de música, uma vez que se presume que os mesmos não fariam sentido no universo de não ouvintes. Pretendemos demonstrar que é possível expressar em língua gestual determinados conceitos musicais, como noção de intensidade, de polifonia, métrica e a estrutura formal de uma peça musical, para além da interpretação do poema em si.

Este projeto tem um financiamento do Programa Partis da Fundação Calouste Gulbenkian e do BPI Capacitar.

Sobre o autor

administrator